23 De Junho
Homem de dores e que sabe o que é padecer“, Is.53.3

Não conhecemos o sofrimento do mesmo jeito que nosso Senhor o conheceu; suportamo-lo, passamos por ele, mas, não o conhecemos profundamente. No começo não levamos em conta a realidade do nosso pecado. Adoptamos uma visão racional da vida e dizemos que, se um homem controlar seus instintos e se disciplinar, pode levar uma vida correcta e acabará tornando sua vida igual à de Deus. Mas, à medida em que prosseguimos, descobrimos a presença de algo que não havíamos levado em conta, isto é, o pecado e isso transtorna todos os cálculos e planos futuros. O pecado tornou a origem de nosso pensar muito instável e imprevisível, incontrolável e por vezes irracional.

Temos que reconhecer que o pecado é um facto, não um defeito; o pecado é um motim contra Deus. Deus ou o pecado – um dos dois tem que morrer em minha vida; o Novo Testamento leva-nos a concluir isso mesmo. Se o pecado me governar, a vida de Deus em mim será chacinada; se Deus me governar, o pecado em mim será mortificado e morrerá. Não há outra conclusão a tirar para além dessa. O apogeu do pecado foi a crucificação de Jesus Cristo e o que foi realidade quando da vinda de Deus à terra, será também realidade na nossa vida. Temos que reconhecer o facto de que o pecado é a única explicação da vinda de Jesus Cristo ao mundo e a explicação para todas as dores e sofrimentos que possamos experimentar.

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Junio 23

Varón de dolores, experimentado en sufrimiento“, Isaías 53:3

Nosotros no somos experimentados en el sufrimiento como lo fue nuestro Señor. Lo soportamos, pasamos a través de él, pero no lo conocemos íntimamente. Al comienzo de nuestros días no aceptamos la realidad del pecado. Adoptamos un concepto racional de la vida y afirmamos que una persona, por el hecho de controlar sus instintos y educarse a sí misma, puede poco a poco desarrollar la vida de Dios. Pero con el tiempo descubrimos la presencia de algo que aún no habíamos considerado, esto es, el pecado, lo cual altera nuestra manera de pensar y nuestros planes. El pecado ha hecho que el principio fundamental de las cosas se torne impredecible, no racional.

Debemos reconocer que el pecado es una realidad de la vida y no sólo un defecto. El pecado es una descarada rebelión contra Dios. Si el pecado no muere en mi vida, morirá la presencia de El. El Nuevo Testamento nos confronta de una forma ineludible con este asunto. Si el pecado reina en mí, la vida de Dios morirá en mí; si El reina en mi vida, el pecado en mí morirá. No existe un hecho tan fundamental como este. El punto culminante del pecado es que crucificó a Jesucristo y lo que fue cierto en la historia de Dios sobre la tierra, también será cierto en tu historia y en la mía. Esto quiere decir que el pecado matará la vida de Dios en nosotros. En nuestra perspectiva mental debemos aceptar la realidad del pecado como la única explicación de por qué Jesucristo vino a la tierra, del dolor y de la aflicción de la vida.

AVIVAMIENTOS

(www.avivamientos.net)

“…Ojos era yo para el ciego, y pies para el cojoy examinaba la causa que no conocía“, Job 29:15,16

22 De Junho
Pois com o critério com que julgardes, sereis julgados; e com a medida com que tiverdes medido vos medirão também“, Mat.7.2

Essa afirmação não é uma suposição casual, é uma lei eterna de Deus. Qualquer julgamento do qual você fizer uso, servirá de medida exacta contra si próprio. Existe uma diferença entre retaliação e retribuição. Jesus diz que a base da vida é a retribuição: “Com a medida com que tiverdes medido, vos medirão a vós também”. Se tem sentido muita facilidade em descobrir os defeitos dos outros, lembre-se de que essa será exactamente a medida que se aplicará a si também. O salário que a vida lhe paga, será sempre o mesmo com o qual você pagou (só recebe da vida o que deu a ela). E essa lei se aplica desde o trono de Deus descendo até entre nós nos dias de hoje, Sal.18.25-26.

Rom.2 aplica esse princípio de uma forma ainda mais explícita, pois diz que aquele que critica o outro em qualquer coisa tem esse mesmo pecado ou defeito. Deus não olha apenas para o acto, ele olha para a possibilidade de este vir a ser cometido, olhando para a fonte que existe em nossos corações. Para começar, não acreditamos muito nas afirmações que a Bíblia contém. Por exemplo, acaso acreditamos nessa afirmação, de que somos culpados das coisas que possamos criticar nos outros? A razão por que vemos hipocrisia, mentira e falsidade nos outros é que tudo isso está de facto em nosso próprio coração também. A grande característica do servo de Deus é a humildade: “Sim, todas essas coisas e outros males ainda, ter-se-iam manifestado em mim não fosse a graça de Deus; por isso, não tenho esse direito de julgar ninguém”.

Jesus diz: “Não julgueis, para que não sejais julgados”, Mateus 7:1. Se julgar, será julgado através da mesma medida que aplicou. Quem dentre nós ousaria apresentar-se diante de Deus e dizer: “Ó Deus, julga-me como tenho julgado meus semelhantes”? Temos considerado nossos semelhantes pecadores; se Deus fosse julgar-nos desse modo, estaríamos no inferno há muito tempo. Mas é com base na maravilhosa expiação de Jesus Cristo que Deus nos julga ainda.

 REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Junio 22

Porque con el juicio con que juzgáis seréis juzgados y con la medida con que medís se os medirá“, Mateo 7:2

Esta declaración no es una suposición caprichosa, sino una ley eterna de Dios. Con cualquier juicio que juzgues serás juzgado. Hay una diferencia entre represalia y retribución. Jesús dijo que la base de la vida es la retribución: y con la medida con que medís se os medirá. Si has sido perspicaz para descubrir los defectos de otras personas, recuerda que esta será la medida exacta con que serás medido. La vida te devuelve la moneda con que pagas. Esta ley eterna rige desde el trono de Dios hacia abajo (ver Salmo 18:25-26).

Romanos 2 la aplica de una manera aún más precisa al decir que quien critica a otro es culpable exactamente de lo mismo. Dios no mira tan sólo el acto, sino también la posibilidad de cometerlo, es decir lo que está en nuestro corazón. Para comenzar, aceptemos que no creemos las afirmaciones de la Biblia. Por ejemplo, ¿creemos la afirmación de que criticamos en otras personas las mismas cosas de las cuales somos culpables? La razón por la que vemos en otros hipocresía, engaño y falta de autenticidad es porque todo eso existe en nuestro propio corazón. La mayor característica de un santo es la humildad, la cual es evidente cuando somos capaces de decir honesta y humildemente: “Sí, todas esas y otras maldades se habrían manifestado en mí si no fuera por la gracia di Dios. Por lo tanto, no tengo derecho a juzgar”.

Jesús dijo: “No juzguéis, para que no seáis juzgados”, Mateo 7:1. Si juzgas, serás juzgado exactamente de la misma manera. ¿Quién de nosotros se atrevería a pararse delante de Dios, diciéndole: “Dios mío, júzgame como yo he juzgado a mis semejantes”? Hemos juzgado a nuestro prójimo como pecador. Si Dios nos juzgara de la misma forma, estaríamos en el infierno. Sin embargo, Él nos juzga teniendo como fundamento la maravillosa expiación de Jesucristo.

AVIVAMIENTOS

(www.avivamientos.net)

“…Ojos era yo para el ciego, y pies para el cojoy examinaba la causa que no conocía“, Job 29:15,16

21 De Junho
Vós, porém, sois… sacerdócio real“, 1 Ped.2.9

Através de que direito nos tornamos em “sacerdócio real”? Pelos direitos da expiação. Estaremos preparados para nos desconsideramos a nós próprios para nos lançarmos ao trabalho sacerdotal de intercessão? Aquele incessante auto-exame de nosso íntimo para ver se somos como deveríamos ser, gera um tipo de cristianismo mórbido e egocêntrico e nunca uma vida robusta e simples de um filho de Deus. Enquanto não entrarmos num relacionamento certo com Deus, viveremos como que pendurados por um fio e diremos: “Que maravilhosa vitória alcancei!” Não há, nisso, nada que demonstre que o milagre da redenção se realizou. Creia de todo o coração que a redenção está completa e não se preocupe mais consigo próprio, mas, antes comece a fazer o que Jesus Cristo mandou – ore pelo amigo que vem procurá-lo à meia-noite, ore pelos irmãos em Cristo, ore por todos os homens. Ore sabendo que você só é perfeito em Cristo Jesus e não quando se baseia nesse tipo de súplica: “Oh, Senhor, eu fiz o melhor que podia, por favor, ouve-me!”

Quanto tempo Deus irá levar para nos poder libertar do mórbido hábito de pensarmos em nós próprios ainda? Precisamos de nos enjoar de nós mesmos, até que não haja mais nenhuma surpresa diante de qualquer coisa que Deus possa dizer a nosso respeito. Nossa impiedade é tão profunda que nunca chegaremos ao fundo do conhecimento dela. Existe apenas uma posição na qual somos rectos – em Cristo Jesus. Sempre que estivermos ali, temos que nos “derramar” em intercessão, com o máximo de esforço, nesse “ministério da Vida interior”.

 REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Junio 21

Pero vosotros sois… real sacerdocio“, 

1 Pedro 2:9

¿Qué derecho nos convierte en un “sacerdocio real”? El derecho de la expiación por la cruz de Cristo. ¿Estamos preparados para poner a un lado, de manera resuelta, nuestros intereses y entregarnos al trabajo sacerdotal de la oración? La continua búsqueda interior para ver si somos lo que deberíamos ser produce un tipo de cristianismo enfermizo y egoísta: no la vida vigorosa y sencilla de un hijo de Dios. Hasta que no lleguemos a una relación adecuada y satisfactoria con Él, nuestra situación será sólo la de “aguantar a duras penas”, aunque digamos: “¡Qué maravillosa victoria he obtenido!” Sin embargo, en este caso no hay nada que indique el milagro de la redención. Lánzate con una fe a ojos cerrados y cree que la redención es completa. Luego no te preocupes más por ti mismo, sino empieza a actuar de acuerdo con lo que dijo Jesucristo: Ora por el amigo que acude a ti a la medianoche, ora por los creyentes y ora por todos los hombres. Ora comprendiendo que eres perfecto únicamente en Cristo Jesús y no sobre la base del siguiente argumento: “¡Oh, Señor, he hecho lo máximo que he podido! Escúchame ahora, por favor”.

¿Cuánto tiempo le tomará a Dios librarnos de esa malsana costumbre de pensar sólo en nosotros? Debemos hartarnos de nosotros mismos, hasta el punto de que no nos sorprenda lo que Dios nos pueda decir sobre quiénes somos. Sólo hay un punto de encuentro donde estamos bien con Dios: Cristo Jesús. Una vez nos encontremos ahí, debemos derramar nuestra vida con todo lo que tenga de valor para este ministerio de la vida interior.

AVIVAMIENTOS

(www.avivamientos.net)

“…Ojos era yo para el ciego, y pies para el cojoy examinaba la causa que no conocía“, Job 29:15,16

20 De Junho
Mudou o Senhor a sorte de Jó, quando este orava pêlos seus amigos“, Jó 42.10

A oração mórbida, egocêntrica, lamuriosa, prova que quero mostrar-me como certo e não se encontra no Novo Testamento. O facto de permanecer tentando ser recto perante Deus é sinal de que estou em fase de rebeldia contra a expiação. “Senhor, eu purificarei meu coração se responderes à minha oração; se me ajudares, terei uma vida certa”. Não sou capaz de tornar-me correcto perante Deus; não conseguirei tornar minha vida perfeita. Só consigo acertar a minha vida com Deus se aceitar a expiação do Senhor Jesus Cristo como uma dádiva real. Serei suficientemente humilde para aceitá-la assim? Tenho que renunciar a todo tipo de reivindicação, parar com todo esforço pessoal e entregar-me de maneira definitiva nas mãos dele, para depois poder lançar-me ao trabalho e ao sacerdócio da intercessão. Muitas orações, na verdade, brotam de uma descrença na expiação. Jesus não está começando a salvar-nos; ele já nos salvou, a obra já está realizada e é um insulto pedir que ele a torne a realizar.

Se você não tem conseguido o resultado de cem por um (ver Mateus 19:29), se não tem conseguido uma boa compreensão da Palavra de Deus, então comece a orar por seus amigos, entre no “ministério do interior”. “Mudou o Senhor a sorte de Jó quando este orava pêlos seus amigos”. O verdadeiro propósito de toda a sua vida como pessoa salva é a oração intercessória. Em qualquer situação que Deus o colocar, ore imediatamente; ore para que a expiação possa tornar-se realidade noutras vidas também, conforme tem sido na sua. Ore por seus amigos, agora; ore por aqueles com quem entra em contacto, mas, ore agora.

 REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Junio 20

Cuando Job hubo orado por sus amigos, Jehová le quitó la aflicción; y aumentó al doble todas las cosas que habían sido de Job“, Job 42:10

En el Nuevo Testamento nunca aparece la oración quejumbrosa malsana, centrada en uno mismo, ni el esfuerzo decidido de que yo quiero estar bien. El hecho de que esté tratando de estar bien con Dios indica que me estoy rebelando contra la expiación mediante la cruz de Cristo. Oro: “Señor, si me contestas, purificaré mi corazón: andaré rectamente delante de ti, si me ayudas”. Pero no puedo estar bien con Dios por mi mismo, no puedo perfeccionar mi vida. Solo puedo lograrlo si acepto la expiación del Señor Jesucristo como un absoluto regalo. ¿Soy lo bastante humilde para aceptarlo? Debo renunciar a todos mis derechos y reclamos, parar todo esfuerzo, abandonarme por completo en sus manos y luego comenzar a entregarme al trabajo sacerdotal de la intercesión. Muchas oraciones tienen su origen en una auténtica incredulidad en la expiación. Jesús no está empezando a salvarnos. Él ya nos salvó por completo. Y, cuando se trata de un hecho ya consumado, es un insulto pedirle que realice lo que ya llevo a cabo.

Si no estás recibiendo las cien veces más que prometió Jesús (ver Mateo 19:29), ni obtienes discernimiento en la Palabra de Dios, entonces empieza a orar por tus amigos. Entra en el ministerio de la vida interior. Cuando Job hubo orado por sus amigos, Jehová “aumentó al doble todas las cosas”. Tu verdadero trabajo al ser una persona salva es la oración intercesora. En cualquier circunstancia que Dios permita, ora en seguida para que su expiación se haga tan real y clara en la vida de otras personas como ha sucedido en la tuya. Ora por tus amigos y por aquellos con quienes tienes contacto, ahora.

AVIVAMIENTOS

(www.avivamientos.net)

“…Ojos era yo para el ciego, y pies para el cojoy examinaba la causa que no conocía“, Job 29:15,16

19 De Junho
Tu me amas?… Apascenta as minhas ovelhas“, João 21.16


Apologetics and Agape

Just another WordPress.com site

James Bishop's Theological Rationalism

Where Reason and Evidence Meet Faith.

Thomistic Bent

Apologetics, Philosophy, Theology, Culture

Set Apart

hope on the road less traveled

Hope's Reason

Stephen J. Bedard

Answers From The Book

Finding Answers In God's Word

SixDay Science

Faith in Science | Science in Faith

WINTERY KNIGHT

...integrating Christian faith and knowledge in the public square

Blog Carol Luvizotto

Ponto de vista: Carreira Acadêmica, Pesquisa Científica e Educação

THINKAPOLOGETICS.COM

Responding to Critics, Seekers, and Doubters

FÉ RACIONAL

Tudo do Dr. William Lane Craig em português e em um só lugar!

Hellenistic Christendom

Philosophy for Understanding Theology

The Failed Atheist Blog

A Redeemed Mind is a terrible thing to waste

Paul Ciniraj Ministries

Evangelising India and the Third World Nations and Forming Underground Churches

AFTER+MATH

struggling with all His energy

VOICE OF THE PERSECUTED

CARING for the Persecuted Church - BREAKING NEWS AND UPDATES

Derby City Rambler

Real Life. Real Stories. Real Words.

African Gospel Lyrics

Praising God... African style!

Frontline Apologetics

"always being prepared to make a defense to anyone who asks you for a reason for the hope that is in you" 1Pet. 3:15

Apologetics and Agape

Just another WordPress.com site

James Bishop's Theological Rationalism

Where Reason and Evidence Meet Faith.

Thomistic Bent

Apologetics, Philosophy, Theology, Culture

Set Apart

hope on the road less traveled

Hope's Reason

Stephen J. Bedard

Answers From The Book

Finding Answers In God's Word

SixDay Science

Faith in Science | Science in Faith

WINTERY KNIGHT

...integrating Christian faith and knowledge in the public square

Blog Carol Luvizotto

Ponto de vista: Carreira Acadêmica, Pesquisa Científica e Educação

THINKAPOLOGETICS.COM

Responding to Critics, Seekers, and Doubters

FÉ RACIONAL

Tudo do Dr. William Lane Craig em português e em um só lugar!

Hellenistic Christendom

Philosophy for Understanding Theology

The Failed Atheist Blog

A Redeemed Mind is a terrible thing to waste

Paul Ciniraj Ministries

Evangelising India and the Third World Nations and Forming Underground Churches

AFTER+MATH

struggling with all His energy

VOICE OF THE PERSECUTED

CARING for the Persecuted Church - BREAKING NEWS AND UPDATES

Derby City Rambler

Real Life. Real Stories. Real Words.

African Gospel Lyrics

Praising God... African style!

Frontline Apologetics

"always being prepared to make a defense to anyone who asks you for a reason for the hope that is in you" 1Pet. 3:15