Posts Tagged ‘Romanos 8:28’

Em amor [Deus] destinou-nos para sermos seus filhos por meio de cristo, conforme era seu desejo e vontade, para louvor da sua graça gloriosa que ele gratuitamente nos concedeu no seu amado Filho. Pelo sacrifício da sua morte fomos libertados e recebemos o perdão dos pecados, em virtude das riquezas da sua graça, que ele derramou abundantemente sobre nós.Efésios 1:4-8 (BPT)

A visão mais alta, no meu pensamento, da soberania de Deus não é a que Deus cause tudo mas, sim; que ele faz com que tudo funcione em função dos  seus propósitos (ver Romanos 8:28). Isso é um nível totalmente diferente de soberania e poderes – ele considera o que acontece e, na sua sabedoria e no seu poder, usa-o para realizar o seu trabalho de acordo ao seu propósito.

Deixe-me tentar ilustrar isto. Suponha que eu, como um pai sábio e amoroso, soubesse que o meu filho seria uma estrela do futebol Americano quando crescesse. (A propósito, quando ele tinha três anos de idade, minha esposa perguntou-lhe, “Então o que quer ser quando crescer?” Ele, na verdade, respondeu, “um jogador de futebol!” Mas então acrescentou algo que nunca havia mencionado antes. Ele disse, “quando eu crescer, quero ser uma sereia.” Que?! Eu finalmente disse, “isso é Tritão*, amigo, Tritão.”) Se eu tivesse esse conhecimento certo, não mudaria significativamente a maioria de tudo sobre a forma como eu o criei? Eu não me incomodaria em gastar tanto dinheiro nas aulas de piano ou aula de arte. Aquelas rosquinhas de vidro? Não na minha casa. Os jogos de vídeo seriam substituídos por regimes de exercício. O horário das noites de futebol as segundas levaria precedentes sobre os clips de vídeos da America’s Funniest Home Videos**. Usaria o meu novo conhecimento para guiar o meu filho para o seu destino certo.

Da mesma forma, Deus conhece o nosso destino final. Ele vê a nossa identidade verdadeira. E assim o seu propósito é aproximar-nos de Jesus. Ele usa tudo o que acontece – até mesmo as coisas ruins – para aproximar-nos a ele. Quer se trate da nossa própria culpa ou da de outra pessoa, Deus predestinou tudo para atrair-nos a ele, moldando-nos durante o processo. Ele não desperdiça alguma coisa.

Podemos segui-lo com fé, confiando que ele está trabalhando para o nosso bem e para sua glória.

Seguindo Hoje

Pense sobre eventos significativos da sua vida. Poderia rastrear a mão de Deus trazendo-o para onde está hoje?

Que circunstância(s) na sua vida atualmente vai além da sua capacidade de entendimento?

Anote e professe a sua confiança no nosso bom e soberano Deus.

O que mudaria hoje se conhecesse o seu destino final? (Aqui fica um pequeno segredo: você sabe qual o seu destino final.)

*MITOLOGIA semideus marinho, filho de Posídon e de Anfitrite, que era metade homem e metade peixe e se representava frequentemente a soprar um búzio marinho. (tritão in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-08 14:08:02]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/tritão).

** Videos caseiros mais engraçados da America (tradução livre)

Diciembre 18

“…a los que aman a Dios, todas las cosas los ayudan a bien”,Romanos 8:28.

Solo la persona fiel cree verdaderamente que Dios controla sus circunstancias. Damos por hecho que Él las controla, pero en realidad no lo creemos. Actuamos como si lo que ocurre hubiera sido dispuesto por los hombres. Ser fiel en todas las situaciones implica que tenemos una sola lealtad: el Señor Jesucristo. Dios puede intervenir para que nuestras circunstancias se desmoronen súbitamente y comprendamos que le hemos sido infieles, al no reconocer que Él las había ordenado. Debido a que nunca percibimos lo que trataba de lograr, ese hecho particular no se repetirá en nuestra vida. La prueba de la fidelidad siempre se presenta justo en el momento preciso. Si aprendemos a adorar a Dios, incluso en las circunstancias difíciles, Él las cambiará por algo mejor, en un instante, si así escoge hacerlo.

Ser fieles a Jesucristo es lo más difícil que tratamos de hacer en este tiempo. Seremos fieles al trabajo, al servicio, o a cualquier cosa, pero que no se nos pida ser fieles a Jesucristo. Muchos cristianos se ponen sumamente impacientes cuando se habla de la fidelidad a Jesús. El Señor es destronado de una forma más intencional por los obreros cristianos, que por el mundo. Tratamos a Dios como una máquina diseñada para bendecirnos y consideramos a Jesucristo sólo como otro obrero.

La meta de la fidelidad no es que realicemos la obra de Dios, sino que Él actúe de manera libre y realice su obra por medio de nosotros.

Como Dios nos llama a su servicio y coloca enormes responsabilidades sobre nosotros, no espera ninguna queja de parte nuestra, ni ofrece ninguna explicación de su parte. Él quiere utilizarnos como usó a su propio Hijo.

AVIVAMIENTOS

(www.avivamientos.net)

“…Ojos para el ciego y pies para el cojo… A los menesterosos era padre; y de la causa que no entendía, me informaba con diligencia” Job 29:15,16

18 De Dezembro
“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”, Rom.8.28

Só uma alma leal crerá que Deus cria circunstâncias. O modo como tomamos liberdades com essas circunstâncias mostrará apenas que, na verdade, não acreditamos que Deus as criou; embora digamos que sim, encaramos as coisas que nos acontecem como se fossem criadas por homens. Ser fiel em toda circunstância significa ter compromisso apenas com uma pessoa: o Senhor Jesus Cristo. Repentinamente, Deus desfaz uma determinada série de circunstâncias e então vem-nos a compreensão de que lhe fomos desleais por não termos reconhecido que ele as havia ordenado soberanamente; não entendemos o que ele pretendia com tudo aquilo e aquela experiência nunca mais se repetirá em nossas vidas. O teste da nossa lealdade é exatamente este aqui. Se aprendermos a adorar a Deus em circunstâncias difíceis, ele as alterará em questão de segundos, sempre, quando quiser.

A lealdade a Jesus Cristo é o ponto mais alto de todos e no qual nos engasgamos muitas vezes. Estamos prontos para ser fiéis em nosso trabalho no serviço cristão, ou em qualquer outra coisa, mas, não a Jesus Cristo como pessoa que é e como é. Muitos cristãos mostram-se impacientes quando se fala sobre lealdade a Jesus Cristo. O Senhor é mais vezes colocado fora do trono por seus próprios conservos do que pelo mundo. Deus é transformado numa máquina de abençoar para a qual Jesus Cristo foi supostamente concebido para se tornar servo dos demais servos.

A questão não é que trabalhemos para Deus, mas, que lhe sejamos tão leais que ele possa realizar sua obra através de nós, pois ele não pode dar-se ao luxo de falhar: “Conto com todos vós para o serviço extremo, sem queixumes de vossa parte, nem perda de tempo com explicações da minha parte”. Deus quer usar-nos como usou a seu próprio Filho.

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Diciembre 16 

“Por tanto, tomad toda la armadura de Dios… Orad en todo tiempo”,Efesios 6:13, 18.

Debes aprender a luchar contra lo que impide tu comunicación con Dios y a luchar en oración por otras personas. Sin embargo, luchar con Dios en oración es antibíblico. Si lo llegas a hacer, serás un inválido por el resto de tu vida. Si te aferras a Dios y luchas con Él como lo hizo Jacob, simplemente porque está obrando de una forma que no apruebas, lo obligas a descoyuntarte (ver Génesis 32:24-25). No te conviertas en un cojo en los caminos de Dios; más bien lucha delante de Él con las cosas de este mundo, porque “..somos más que vencedores por medio de aquel que nos amó”…, Romanos 8:37. Luchar ante Dios tiene valor en su reino. Si me pides que ore por ti y no estoy en comunión con Cristo, la dicha oración no será de ningún provecho. Pero si estoy en comunión con Él, mi oración obtiene la victoria todo el tiempo. La oración es efectiva solamente cuando estoy completo en Jesucristo: “Por tanto, tomad toda la armadura de Dios”. 

Haz siempre la diferencia entre la voluntad perfecta de Dios y su voluntad permisiva. Es decir, su propósito providencial con respecto a nosotros. Su voluntad perfecta es inmutable, pero es con su voluntad permisiva con la que luchamos delante de Él. Nuestra reacción ante lo que sucede por su voluntad permisiva nos capacita para ver su voluntad perfecta. “… A los que aman a Dios, todas las cosas los ayudan a bien…”, Romanos 8:28, es decir, a los que se mantienen fieles a la voluntad perfecta de Dios, al llamamiento en Cristo Jesús. Su voluntad permisiva es el medio por el cual se manifiestan sus verdaderos hijos e hijas. Debemos tener carácter para no decir automáticamente: “Sí, es la voluntad de Dios”. No tenemos que luchar con Dios, sino luchar con las cosas en la presencia de Él. Ten cuidado de renunciar por pereza, en lugar de tener una gloriosa batalla, pues así comprenderás que has sido capacitado con su fortaleza. 

AVIVAMIENTOS

(www.avivamientos.net)

“…Ojos para el ciego y pies para el cojo… A los menesterosos era padre; y de la causa que no entendía, me informaba con diligencia” Job 29:15,16

16 De Dezembro
“Portanto, tomai toda a armadura de Deus… orando em todo tempo…” Ef.6.13,18.

Temos que lutar contra tudo que nos tenha como impedir de chegar a Deus, seja bom ou mau e, em oração, lutar a favor de outras pessoas também. Nunca afirmemos que lutamos com Deus em oração, porque essa colocação não tem coerência fundamentada nas Escrituras. Se você lutar com Deus, ficará aleijado para o resto da vida como Jacó. Se alguém se atracar com Deus e lutar com ele, como fez Jacó, Gen.32:24,25, pelo facto de ele agir de uma forma que não lhe agrada, estará obrigado a desconjuntá-lo. Não seja um coxo nos caminhos de Deus; seja um daqueles que lutam diante de Deus, tornando-se mais do que vencedor através dele, Rom.8:37. Lutar diante de Deus conta muito no seu reino. Se você me pedir para orar por si e eu não estiver aperfeiçoado em Cristo, poderei orar, mas, não surtirá efeito nenhum; contudo, se eu estiver aperfeiçoado em Cristo, minha oração prevalecerá por si. A oração só é eficaz quando somos íntegros: “Portanto, tomai toda a armadura de Deus…”.

Precisamos de fazer sempre aquela distinção entre a vontade e a autoridade de Deus, ou seja, o seu desígnio providencial relativamente a nós. A vontade eterna de Deus é imutável; é pela sua permissão que temos de lutar diante dele. Nossa reacção à sua permissão tem por nos capacitar ou não a chegar à vontade que ele tem para nós ou para outros. “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”, Rom.8:28 – dos que permanecem fiéis à vontade eterna de Deus, ao seu chamado em Cristo Jesus. A sua permissão é o meio e a razão pela qual seus filhos se manifestam diante dele. Não devemos ser meros conformistas, dizendo: “Ah, isto é a vontade de Deus”. Não temos que lutar com Deus, mas, sim, lutar diante de Deus. Tenhamos cuidado para não ficarmos acomodados diante de Deus em vez de lutar heroicamente e com valor acrescido para nos podermos apropriar de toda a Sua pujança e poder. 

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Noviembre 7

Sabemos, además, que los que aman a Dios, todas las cosas los ayudan a bien“,

Romanos 8:28

Las circunstancias en la vida del creyente son ordenadas por Dios y en ella por lo tanto no existe la casualidad. Él te introduce providencialmente en determinadas circunstancias que de ninguna manera puedes comprender; sólo el Espíritu Santo las entiende. Dios te lleva a ciertos lugares y te coloca entre ciertas personas y situaciones para lograr en ti un propósito determinado, a través del Espíritu. Nunca levantes tu mano frente a tus circunstancias para decir: “Yo mismo voy a dirigir y controlar este asunto. Voy a vigilar esto de cerca y a protegerme de aquello”. Debido a que todas tus circunstancias están en las manos de Dios, nunca debes pensar que son anormales. Tu función dentro de la oración intercesora no es entrar en la agonía de la intercesión. Tu parte es aprovechar las circunstancias y las personas comunes entre las que Dios te coloca providencialmente, para llevarlas ante su trono y Espíritu que está en ti tendrá la oportunidad de interceder por ellas. De esta manera Dios tocará al mundo entero por medio de sus santos.

¿Estoy obstaculizando la obra del Espíritu de Dios al no ser específico, o al tratar de hacer su obra por Él? Debo cumplir la parte humana de la intercesión, aprovechando las circunstancias en que me encuentro y la gente con la que entro en contacto. Debo guardar mi vida consciente como un santuario para el Espíritu Santo. Entonces, a medida que presento a las diferentes personas delante de Dios, el Espíritu Santo intercede por ellas.

Tus oraciones de intercesión nunca podrán ser las mías, ni las mías tuyas, pero el Espíritu mismo intercede por nosotros en nuestras vidas particulares (ver Romanos 8:26). Sin esta intercesión otras personas se empobrecerán.

Octubre 30

Pero sin fe es imposible agradar a Dios“,

Hebreos 11:6

La fe en antagonismo al sentido común es fanatismo y el sentido común en antagonismo a la fe es racionalismo. La vida de fe los coloca a los dos en la relación apropiada. El sentido común y la fe son tan diferentes como la vida natural de la espiritual y como la impulsividad de la inspiración. Nada de lo que dijo Jesucristo fue producto del sentido común, sino del sentido de la revelación y, por lo tanto, llega a los lugares donde el sentido común no puede. Sin embargo, la fe debe ser puesta a prueba antes de que sea real en tu vida. Sabemos, además, que a los que aman a Dios “todas las cosas los ayudan a bien”, Romanos 8:28. Entonces, no importa lo que suceda, el poder transformador de la providencia de Dios convierte en realidad la fe auténtica. La fe siempre actúa de manera personal, porque el propósito de Dios es que la fe genuina se vuelva real en sus hijos.

Para cada detalle del sentido común de la vida hay una verdad que Dios ha revelado y que nos permite poner a prueba en nuestra experiencia práctica lo que creemos de Él. La fe es un principio extremadamente activo que siempre coloca a Jesucristo primero. La vida de fe dice: “Señor, Tú lo has dicho. Parece una locura, pero voy a lanzarme, confiando en tu Palabra” (por ejemplo, Mateo 6:33). Siempre y no algunas veces, es una lucha convertir la fe intelectual en nuestra posesión personal. Dios nos pone en circunstancias que educan nuestra fe, porque la naturaleza de la fe es que el objeto de ella se vuelva real. Antes de conocer a Jesús, Dios es sólo un concepto y no podemos tener fe en Él. Pero, tan pronto oímos que Jesús dice: “El que me ha visto a mí ha visto al Padre”, Juan 14:9, tenemos algo real y nuestra fe no tiene límites. La fe es toda la persona en una relación correcta con Dios por el poder del Espíritu de Jesucristo.

30 De Outubro

De fato, sem fé é impossível agradar a Deus“, Heb.11.6

A fé, sempre que em directa oposição ao bom senso, é entusiasmo em erro e obliquidade e falta de inteligência pessoal; e o bom senso, quando oposto à fé, é racionalismo e um passo no escuro por depender da razão para se poderem comprovar verdades. A vida de fé coloca as duas coisas numa relação amigável e directa. O bom senso não é fé e fé não será bom senso, pois uma coisa é natural, a outra será espiritual; um é impulsivo, quando o outro nasce duma fonte vinda de Deus, sendo inspiração do Seu próprio Espírito. Nada do que Jesus Cristo disse é bom senso: é revelação e manifestação para nós; e vai até onde o bom senso nunca chegará. A fé tem que ser provada, para que sua realidade possa ser concretizada pela verdade também. “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem”, Rom.8:28, então, logo não importa o que pode vir a acontecer ainda. A operação da providência de Deus encarregar-se-á sempre de transformar a fé ideal em realidade concretizada. A fé é sempre algo pessoal, já que todo o propósito de Deus é fazer com que a fé ideal se torne real em seus filhos sem excepção.

Para cada pormenor de toda a nossa vida de bom senso, há uma revelação acerca de Deus que se deve imprimir nesse mesmo bom-senso e através do qual podemos comprovar e provar como experiência prática tudo aquilo em que acreditamos que Deus seja em abono de verdade. A fé é um princípio tremendamente activo por excelência, que sempre colocará Jesus Cristo como primeiro em tudo: “Senhor, tu disseste isto e aquilo, como por exemplo Mat.6.33; parece loucura, mas, vou arriscar-me apenas baseado em tua palavra”. Transformar a fé racional em realidade pessoal é uma luta, a qual se dá de forma constante e poucas vezes como algo apenas ocasional. Deus nos colocará em situações com uma especificidade para nos educar em nossa fé real, porque a natureza da fé é tornar real o objecto sobre o qual se confia em Deus. Enquanto não conhecermos Jesus como Ele é, Deus será para nós algo abstracto a nível de bom-senso e em quem nunca conseguiremos ter fé; mas, assim que ouvimos Jesus dizer: “Quem me vê a mim, vê ao Pai”, João 14:9, teremos algo que é real e a fé não terá limites a partir de então. Fé é o homem integral e total, correctamente relacionado com Deus pelo poder do Espírito de Jesus Cristo em nós.

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Diciembre 18

…a los que aman a Dios, todas las cosas los ayudan a bien“, Romanos 8:28.

Solo la persona fiel cree verdaderamente que Dios controla sus circunstancias. Damos por hecho que Él las controla, pero en realidad no lo creemos. Actuamos como si lo que ocurre hubiera sido dispuesto por los hombres. Ser fiel en todas las situaciones implica que tenemos una sola lealtad: el Señor Jesucristo. Dios puede intervenir para que nuestras circunstancias se desmoronen súbitamente y comprendamos que le hemos sido infieles, al no reconocer que Él las había ordenado. Debido a que nunca percibimos lo que trataba de lograr, ese hecho particular no se repetirá en nuestra vida. La prueba de la fidelidad siempre se presenta justo en el momento preciso. Si aprendemos a adorar a Dios, incluso en las circunstancias difíciles, Él las cambiará por algo mejor, en un instante, si así escoge hacerlo.

Ser fieles a Jesucristo es lo más difícil que tratamos de hacer en este tiempo. Seremos fieles al trabajo, al servicio, o a cualquier cosa, pero que no se nos pida ser fieles a Jesucristo. Muchos cristianos se ponen sumamente impacientes cuando se habla de la fidelidad a Jesús. El Señor es destronado de una forma más intencional por los obreros cristianos, que por el mundo. Tratamos a Dios como una máquina diseñada para bendecirnos y consideramos a Jesucristo sólo como otro obrero.

La meta de la fidelidad no es que realicemos la obra de Dios, sino que Él actúe de manera libre y realice su obra por medio de nosotros.

Como Dios nos llama a su servicio y coloca enormes responsabilidades sobre nosotros, no espera ninguna queja de parte nuestra, ni ofrece ninguna explicación de su parte. Él quiere utilizarnos como usó a su propio Hijo.

AVIVAMIENTOS

(www.avivamientos.net)

“…Ojos era yo para el ciego, y pies para el cojoy examinaba la causa que no conocía“, Job 29:15,16

16 De Dezembro
Portanto, tomai toda a armadura de Deus… orando em todo tempo…Ef.6.13,18.

Temos que lutar contra tudo que nos tenha como impedir de chegar a Deus, seja bom ou mau e, em oração, lutar a favor de outras pessoas também. Nunca afirmemos que lutamos com Deus em oração, porque essa colocação não tem coerência fundamentada nas Escrituras. Se você lutar com Deus, ficará aleijado para o resto da vida como Jacó. Se alguém se atracar com Deus e lutar com ele, como fez Jacó, Gen.32:24-25, pelo facto de ele agir de uma forma que não lhe agrada, estará obrigado a desconjuntá-lo. Não seja um coxo nos caminhos de Deus; seja um daqueles que lutam diante de Deus, tornando-se mais do que vencedor através dele, Rom.8:37. Lutar diante de Deus conta muito no seu reino. Se você me pedir para orar por si e eu não estiver aperfeiçoado em Cristo, poderei orar, mas, não surtirá efeito nenhum; contudo, se eu estiver aperfeiçoado em Cristo, minha oração prevalecerá por si. A oração só é eficaz quando somos íntegros: “Portanto, tomai toda a armadura de Deus…”.

Precisamos de fazer sempre aquela distinção entre a vontade e a autoridade de Deus, ou seja, o seu desígnio providencial relativamente a nós. A vontade eterna de Deus é imutável; é pela sua permissão que temos de lutar diante dele. Nossa reacção à sua permissão tem por nos capacitar ou não a chegar à vontade que ele tem para nós ou para outros. “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”, Rom.8:28 – dos que permanecem fiéis à vontade eterna de Deus, ao seu chamado em Cristo Jesus. A sua permissão é o meio e a razão pela qual seus filhos se manifestam diante dele. Não devemos ser meros conformistas, dizendo: “Ah, isto é a vontade de Deus”. Não temos que lutar com Deus, mas, sim, lutar diante de Deus. Tenhamos cuidado para não ficarmos acomodados diante de Deus em vez de lutar heroicamente e com valor acrescido para nos podermos apropriar de toda a Sua pujança e poder.

 REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16