Posts Tagged ‘O Ensino da Adversidade’

2 De Agosto
No mundo passareis por aflições; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo“, João 16.33

Um conceito que muitos têm da vida cristã será que ela significa libertação de todos os problemas. Mas, ela significa, na verdade, libertação nos problemas, o que é algo muito diferente. “Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Todo-Poderoso descansará… nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda”, Sal.91:1,10 – nenhuma praga chegará ao lugar em que você estiver, lá no local daquela união com Deus.

Se você é filho de Deus, por certo terá que enfrentar problemas. Mas, é Jesus quem diz que não deve surpreender-se sequer sempre que eles surgem. “No mundo, tereis aflições; mas, tende bom ânimo, eu venci o mundo”. Não tem nada a temer. Muitas pessoas que antes de serem salvas desdenhariam conversar sobre problemas, depois de se converterem, muitas vezes, perdem a fibra porque têm um conceito errado do que é ser-se cristão de facto.

Deus não nos dá a vida vitoriosa; ele nos dá vida à medida em que vamos vencendo e crescendo para Ele. A força provém na tensão; se não houver tensão, não haverá força também. Você estará pedindo a Deus que lhe dê vida, liberdade e alegria? Ele não lhe poderá dar nada disso, a não ser que você aceite também a tensão que a precede. Assim que você souber encarar a tensão, receberá a força necessária. Vença seus temores, dê aquele passo e Deus lhe dará de comer da árvore da vida e você conseguirá alimentar-se dela também. Se você se desgastar fisicamente, acabará exausto; mas, desgaste-se espiritualmente e receberá mais força ainda. Deus nunca nos dá forças para amanhã, nem para as próximas horas, apenas para a tensão deste preciso momento. Somos tentados a enfrentar as dificuldades do ponto de vista do bom-senso. O cristão alegra-se sobremaneira quando se sente esmagado por dificuldades, permanecendo em Deus, pois, a situação é ironicamente impossível de resolver para todo mundo, menos para o Senhor.

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

2 De Agosto
No mundo passareis por aflições; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo“, João 16.33

Um conceito que muitos têm da vida cristã será que ela significa libertação de todos os problemas. Mas, ela significa, na verdade, libertação nos problemas, o que é algo muito diferente. “Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Todo-Poderoso descansará… nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda“, Sal.91:1,10 – nenhuma praga chegará ao lugar em que você estiver, lá no local daquela união com Deus.

Se você é filho de Deus, por certo terá que enfrentar problemas. Mas, é Jesus quem diz que não deve surpreender-se sequer sempre que eles surgem. “No mundo, tereis aflições; mas, tende bom ânimo, eu venci o mundo“. Não tem nada a temer. Muitas pessoas que antes de serem salvas desdenhariam conversar sobre problemas, depois de se converterem, muitas vezes, perdem a fibra porque têm um conceito errado do que é ser-se cristão de facto.

Deus não nos dá a vida vitoriosa; ele nos dá vida à medida em que vamos vencendo e crescendo para Ele. A força provém na tensão; se não houver tensão, não haverá força também. Você estará pedindo a Deus que lhe dê vida, liberdade e alegria? Ele não lhe poderá dar nada disso, a não ser que você aceite também a tensão que a precede. Assim que você souber encarar a tensão, receberá a força necessária. Vença seus temores, dê aquele passo e Deus lhe dará de comer da árvore da vida e você conseguirá alimentar-se dela também. Se você se desgastar fisicamente, acabará exausto; mas, desgaste-se espiritualmente e receberá mais força ainda. Deus nunca nos dá forças para amanhã, nem para as próximas horas, apenas para a tensão deste preciso momento. Somos tentados a enfrentar as dificuldades do ponto de vista do bom-senso. O cristão alegra-se sobremaneira quando se sente esmagado por dificuldades, permanecendo em Deus, pois, a situação é ironicamente impossível de resolver para todo mundo, menos para o Senhor.

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16