19 De Outubro
O meu reino não é desse mundo“, João 18.36

O grande inimigo do Senhor Jesus Cristo nos dias actuais é o conceito vigente de serviço cristão, como ele é tido, conhecido e praticado, o qual não se baseia no Novo Testamento, mas, antes no sistema deste mundo que consiste sempre no emprego de energias para o desenvolvimento de certas actividades intermináveis que beneficiam gente, sem contudo os poder manter com e através duma comunhão íntima com Deus. Estamos enfatizando o erro e o que desvia por excelência. Jesus disse: “Não vem o reino de Deus com visível aparência (…) porque o reino de Deus está dentro de vós”, Luc.17:20-21: é algo oculto e obscuro em nosso íntimo. O obreiro evangélico activo, vive, muitas vezes, como que através duma vitrina. O que revela o poder espiritual é o que se passa no mais profundo do nosso ser interior.

Necessitamos de nos desenvencilhar do espírito da era religiosa na qual nos achamos inseridos. Na vida do Senhor não havia nada das tensões e pressões próprias duma excessiva actividade, a qual nós tanto valorizamos. E o discípulo tem que ser como seu Mestre. O que há de mais importante no reino de Jesus Cristo é o meu relacionamento pessoal com ele, não minha utilidade num serviço comum.

Não são essas actividades práticas que formam a força deste Instituto Bíblico; toda a nossa força reside no facto de que aqui você é submerso nas realidades de Deus e é preenchido com verdades diante de Deus. Você não tem como prever quais serão as circunstâncias nas quais Deus o irá envolver futuramente, nem que tensões lhe serão impostas aqui ou no estrangeiro. E se você desperdiçar seu tempo em actividades frenéticas em vez de procurar embeber-se das grandes verdades fundamentais desta redenção que há em nome de Deus, quando vierem os problemas sobre si, logo o abaterão fortuitamente. Mas, caso saiba aproveitar todo o seu tempo, sendo embebido através de verdades diante de Deus para se tornar arraigado e alicerçado em Deus em toda a sua vida interior, você permanecerá fiel a ele, não obstante o que lhe vier a ocorrer ainda.

 REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s