18 De Outubro
Pois, por causa do Nome foi que saíram“, 3 João 7

O Senhor explicou como o nosso amor por ele deve ser revelado: “Tu me amas?” João 21:17. E logo de seguida: “Apascenta as minhas ovelhas” – exemplificando qual o amor a que se referia. Em abono de toda a verdade, isto quer apenas dizer: identifica-te com meu interesse nas outras pessoas; não Me identifiques com os teus interesses noutras pessoas. Em 1 Cor.13.4-8 lemos sobre algumas das características desse amor, sendo o amor de Deus bastante expressivo quanto a si mesmo. O que prova o meu amor por Jesus será a sua vida prática por mim e em mim; tudo o mais será um conjunto de frases sentimentalistas.

Minha lealdade a Jesus Cristo resultará da obra sobrenatural da redenção operada dentro de mim, efectivada através do Espírito Santo, o Qual derrama o amor de Deus em meu coração abundantemente, Rom.5:5; e esse amor actua eficazmente através de mim na vida de cada pessoa com quem possa vir a lidar. Permaneço firme e leal ao seu Nome, até mesmo quando todos os argumentos do bom-senso me afirmam o oposto e desmintam o Seu poder, declarando que não é maior do que o poder do nevoeiro da manhã?

O segredo da devoção missionária consiste em não estarmos apegados a nada e a ninguém deste mundo, a não ser ao próprio Senhor que ainda anda por cá; e isto sem estarmos desligados das coisas exteriores. O Senhor tinha uma liberdade impressionante de usar as coisas e depois deixá-las para trás; o seu desapego era interior, resultante do seu amor ao pai. Em nosso caso, no entanto, o desapego exterior é, muitas vezes, forte indício de um apego secreto às coisas externas, se lermos os esforços que usamos para nos mantermos afastados delas.

A lealdade dum missionário consiste em manter a alma bem aberta à natureza do próprio Senhor Jesus Cristo. Os homens e as mulheres que o Senhor envia para a sua seara são pessoas comuns, dominadas por uma devoção a ele e a qual é sempre gerada através do Espírito Santo.

 REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Advertisements

Comments are closed.