Mais do que um conceito, um entendimento prático bem assente num solo comum entre um daqueles abençoados que Deus me tem dado para discipular (que privilégio!) e eu, é a necessidade da morte diária de si mesmo.
O presente artigo, que não é da minha autoria, trás mais luz ao responder uma pergunta relacionada ao assunto. Fui bastante edificado e espero que assim seja para si também e que vivamos a Palavra tal como o Mestre ordena.
Ah!! O artigo pertecem ao tão bem conhecido Got Questions Ministries que através da sua página procura servir o Corpo de Cristo [mas, não apenas este] através de respostas a várias perguntas muitas delas abordando temas complexos. Para a versão em Portugues clique aqui.

Pergunta: “O que Jesus queria dizer quando disse,Pegue na sua cruz e siga-me? Mateus 16:24; Marcos 8:34; Lucas 9:23

Resposta: Comecemos com o que Jesus não quis dizer. Muitos interpretam “cruz” como algum fardo que devem carregar nas suas vidas: um relacionamento doloroso, um emprego ingrato, ou uma enfermidade, etc. Com uma autopiedade orgulhosa dizem, “Essa é a minha cruz que devo carregar.” Na verdade, tal interpretação não é o que Jesus quis dizer quando disse, “Pegue a sua cruz e siga-me.”

Na altura em que Jesus carregou a sua cruz até Gólgota para a crucificação, ninguém pensava na cruz como um símbolo de fardo que deve ser carregado. Para alguém do primeiro século, a cruz tinha apenas um único significado: morte através dos meios mais dolorosos e humilhantes que a humanidade jamais terá inventado.

Dois mil anos depois, os cristãos interpretam a cruz como um símbolo honroso para redenção, perdão, graça e amor. No entanto, nos dias de Jesus a cruz representava nada mais senão uma morte tortuosa. Tendo em conta que os Romanos [então império dominador] obrigavam criminosos sentenciados a carregar as suas cruzes até ao lugar da crucificação; levar uma cruz significava carregar o meio pelo qual a sua própria morte aconteceria enquanto enfrentava a humilhação ao longo do caminho até a morte.

Consequentemente, “Pegue a sua cruz e siga-me“significa estar disposto a morrer a fim de seguir a Jesus. A isto chama-se “morrer por si mesmo.” É um chamado para total rendição. Todas as vezes que Jesus ordenou o carregar da cruz, também disse: “Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará. Porque, que aproveita ao homem granjear o mundo todo, perdendo-se ou prejudicando-se a si mesmo?Lucas 9:24,25 (APF). No entanto, apesar de ser um chamado difícil, a recompensa é incomparável.

Onde quer que Jesus fosse, uma grande multidão o seguia. Apesar dela muitas vezes achar que Jesus era o Messias, a sua visão a respeito de quem realmente era o Messias – e o que o Messias faria – era distorcida. Eles pensavam que o Messias viria para restaurar o reino. Acreditavam que os libertaria da opressão imposta pelos seus colonizadores Romanos. Os discípulos de Cristo, por sua vez, achavam que o Reino chegaria em breve (Lucas 19:11). Quando Jesus começou a revelar que a sua morte seria orquestrada pelos líderes dos Judeus e autoridades gentílicas (Lucas 9:22), a Sua popularidade diminuiu. Muitos dos seus seguidores, estavam chocados com tais afirmações e por conseguinte deixaram de segui-lo. Na realidade, eles eram incapazes de renunciar os seus próprios ideais, planos ou objectivos em troca aos de Jesus.

Seguir a Jesus quando não há problemas é bastante fácil; é durante as provações que o nosso comprometimento para com Cristo é revelado. Jesus assegurou-nos que sendo seus seguidores teríamos provações (João 16:33), que ser seu discípulo exigíria de nós sacrifício, e Ele nunca escondeu tal custo.

Lucas 9:57-62 descreve três homens que parecem estar determinados a seguir a Jesus. Porém, quando Jesus os questiona profundamente, descobre-se que apesar do desejo demonstrado não havia compromentimento por parte deles. Eles não consideravam o custo em ser seguidor Jesus pois nenhum deles estava disposto a carregar a sua cruz e crucificar os seus interesses pessoais. Consequentemente, Jesus os leva a uma mudança de opinião, mostrando-lhes o que realmente está em jogo. As palavras de Jesus diferem em grande plano a apresentação comum do Evangelho. Quantos responderiam a um apelo do tipo, “Venha, siga a Jesus, poderá perder amigos, familiares, reputação, carreira, e provavelmente própria vida”? O número de falsas conversões tería decrescido tragicamente! No entanto, é exactamente deste chamado que Jesus se referia quando disse, “Tome a sua cruz e siga-Me.”

Caso queira saber se está pronto(a) para carregar a sua cruz, considere as seguintes questões:

  • Está disposto(a) a seguir a Jesus se isto implicar em perder alguns dos seus melhores amigos?
  • Está disposta(o) a seguir a Jesus mesmo que isto implique em separar-se da sua família?
  • Está disposto(a) a seguir a Jesus sabendo que tal decisão pode implicar a perca da sua reputação?
  • Está disposta(o) a seguir a Jesus se tiver que perder o seu emprego por causa desta decisão?
  • Estaria disposto(a) a seguir a Jesus se isto implicasse perder a sua vida?

Em certos paises essas implicações são realidades que os cristãos locais enfrentam. Repara porém na forma como as questões são colocadas, “Está disposto(a)?” Seguir a Jesus nao significa necessariamente que todas essas coisas hão-de acontecer na sua vida, mas está disposta(a) a carregar a sua cruz? Se chegar algum momento na sua vida em que tem de escolher entre Jesus e os confortos desta vida – o que escolheria?

Estar comprometido com Cristo significa carregar a sua cruz diariamente, abrir mão dos seus sonhos, das suas posses, até mesmo a sua própria vida caso sea necessário por causa de Cristo. Só é digno de ser chamado discípulo de Cristo aquele que voluntariamente carrega a sua cruz (Lucas 14:27). A recompensa pelo preço é bastante alta. Jesus inclui no seu chamado para a morte de si mesmo (“Pegue na sua cruz e siga-me”) o dom da vida em Cristo: “Aquele que quer salvar a sua vida, acaba por perdê-la; mas aquele que perder a vida pr minha causa, esse é que a encontra” (Mateus 16:25,26).

Em Cristo,

El Predicador

Fonte: Got Questions Ministries, What did Jesus mean when He said, “Take up your cross and follow Me”?

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s