10 De Abril
Sabendo isto, que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído e não sirvamos o pecado como escravos“, Rom.6.6

Co-crucificação. Já chegou a tomar este tipo de decisão acerca do pecado – que ele deve ser totalmente exterminado em si? Leva muito tempo a chegarmos a tomar esta decisão moral em relação ao nosso pecado, mas, o grande momento de nossa vida é quando decidimos que, assim como Jesus Cristo morreu pêlos pecados do mundo, assim também o pecado deve morrer para mim; não apenas que o pecado seja contido, suprimido ou contrariado, mas antes totalmente crucificado. Ninguém pode levar outro a tomar essa decisão por ele. Podemos estar seriamente convencidos e religiosamente convencidos, mas, o que precisamos fazer é chegar à realidade que Paulo se impôs poder esclarecer aqui.

Aprume-se, passe uma hora a sós com Deus, tome essa decisão e ore: “Senhor, identifica-me com a tua morte até que eu saiba que o pecado que há em mim está morto”. Tome a decisão moral de que o pecado que há em si esteja morto.

Não se tratava de uma expectativa espiritual da parte de Paulo, mas, de realidade factual, duma experiência muito radical e identificada. Estarei disposto a deixar que o Espírito de Deus me sonde até que eu entenda o que é essa disposição sobre todo o pecado – aquilo que milita contra o Espírito de Deus em mim? Depois disso, estarei de acordo com o veredicto de Deus sobre essa disposição do pecado em mim – que deve estar identificado com a morte de Jesus? Não posso considerar-me “morto para o pecado”, Rom.6:11, a menos que tenha passado por essa radical decisão da vontade, diante de Deus. Já desfruto do glorioso privilégio de estar realmente e factualmente crucificado com Cristo, até que nada mais resista em mim, a não ser a vida do próprio Cristo?

“Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim”, Gal.2:20.

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s