23 De Março
“Porquanto, havendo entre vós ciúmes e contendas, não é assim que sois carnais?” 1 Cor.3.3

O homem natural, ou o incrédulo, não se apercebe de nada da sua carnalidade. A luta da carne contra o Espírito e do Espírito contra a carne, desde o dia da regeneração produzem a tomada de consciência dessa carnalidade. “Andai no Espírito”, diz Paulo e “jamais satisfareis a concupiscência da carne”Gálatas 5:16; e a carnalidade desaparecerá.

Você é briguento, perturba-se facilmente com ninharias? “Mas olhe, os filhos de Deus nunca são assim!” Paulo diz que são, mas, quando associa tais atitudes com a carnalidade. Há alguma verdade na Bíblia que imediatamente provoca irritação em si? Isso é prova suficiente de que você ainda é carnal. Se estiver vivendo uma vida santificada, não haverá nenhum vestígio desse espírito de ficção em si.

Se o Espírito de Deus detecta em si algum erro, ele não lhe pede para acertá-lo; pede-lhe que o reconheça para que ele o tenha como corrigir à lupa da sua luz. Quem anda na luz confessa imediatamente e deixa-se expor diante de Deus; quem anda nas trevas diz: “Oh, eu posso explicar tudo”. Assim, se a luz penetrar e a convicção do erro sobreviver, seja um dos que andam na luz e confesse antes seu erro, que Deus cuidará do que está errado por Ele; se você se defender, só provará que ainda está usando trevas para andar.

Qual é a prova de que não há mais carnalidade em si? Não se engane a si mesmo; quando deixar de ser carnal, notar-se-á logo – até por si – algo que é muito difícil passar despercebido. Deus proporciona-lhe um sem número de oportunidades para ter como provar e saborear toda a maravilha dessa sua graça. A prova prática é a única que é realmente verdadeira. “Ora”, dirá você nela, “se de facto tenho o Espírito de Deus, eu sentir-me-ei ressentido!” Você será sempre a pessoa mais maravilhada da terra mediante tudo quanto Deus tem feito em seu íntimo por si.

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s