18 De Março
Aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus“, 2 Cor.7:1

“Tendo, pois, (…) tais promessas.” Eu tenho porque reivindicar as promessas de Deus e manter um olhar atento para aquele cumprimento delas, mas esse é apenas o seu aspecto humano; o lado divino consiste em que, através dessas mesmas promessas, eu possa reconhecer as reivindicações que Deus faz sobre mim. Estou percebendo, por exemplo, que meu corpo é o templo do Espírito Santo, ou ainda permito que meu corpo incorra em hábitos que claramente não suportarão viver sob a intensa luz de Deus? Pela santificação, o Filho de Deus é formado em mim. Portanto terei de transformar toda a minha vida natural em vida espiritual através da obediência a ele. Deus instruiu-nos até nas coisas mínimas. Quando ele começar a mostrar algo errado, nem consulte carne e sangue, purifique-se imediatamente. Mantenha-se purificado em seu viver quotidiano e diário.

Tenho que purificar-me de toda impureza, tanto da carne, como do espírito, até que ambos sejam achados de acordo e conforme à natureza de Deus. A minha maneira de pensar estará em perfeita consonância com a vida do Filho de Deus em mim, ou será que meu intelecto espiritual não está sujeito a ele? Estará a mente de Cristo sendo formada em mim, a qual nunca exigia nada na base de seus direitos sobre si, mas, antes mantinha uma vigilância interior permanente através da qual submetia seu espírito continuamente ao do Pai? É minha a responsabilidade de manter meu espírito em harmonia com o Espírito de Deus e aos poucos Jesus me eleva ao mesmo nível em que ele vivia com o Pai – em perfeita submissão e harmonia à vontade do Pai, sem dar a mínima atenção a qualquer outra vontade. Estarei eu aperfeiçoando esse tipo de santidade nos parâmetros do temor de Deus? Está Deus conseguindo o que ele quer de mim fácil e naturalmente e o meu próximo é afectado com isso, estando a ver Deus em minha vida sempre e cada vez mais?

Seja sério no seu pacto com Deus e, alegremente, deixe tudo o resto de lado. Literalmente, ponha Deus no primeiro lugar de sua vida.

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s