26 De Janeiro 

Ora, se Deus veste assim a erva do campo… quanto mais a vós outros? Mat.6.30.

Uma declaração simplificada de Jesus é sempre difícil de entender, quando não somos simples de peito. Como poderemos ser simples desse jeito, ter a mesma simplicidade que Jesus? Recebendo seu Espírito, reconhecendo-o e confiando nele como Ele é, obedecendo-lhe na medida igual à que ele nos transmite a Palavra de Deus. Se fizermos isso, a vida tornar-se-á incrivelmente simples. “Considerai”, diz Jesus, “como o vosso Pai, que veste a erva do campo, muito mais vos vestirá, se vos mantiverdes num relacionamento estreito com ele”. Todas as vezes que regredirmos na comunhão espiritual, será apenas porque pretendemos de maneira impertinente saber mais do que Jesus Cristo, porque permitimos que as preocupações do mundo nos dominassem e esquecemo-nos do “quanto mais” (Mateus 13:22) próprio de nosso Pai celestial.

“Observai as aves do céu” (Mateus 6:26– o principal objectivo das aves é obedecer ao princípio da vida que está figurado nelas  e Deus assim cuida delas. O que Jesus quer dizer é que, se você se mantiver dentro desse relacionamento estreito com ele, obedecendo ao Espírito dele que está em si, Deus cuidará das suas “penas”.

“Considerai… os lírios do campo” (Mateus 6:28) – eles crescem onde foram colocados. Muitos de nós recusamo-nos a crescer onde fomos colocados; por consequência, acabamos sempre por nunca lançar raízes em lado nenhum. Jesus afirma que, se vivermos de acordo com a vida que Deus nos concedeu, ele cuidará de todas as outras coisas por nós. Será que Jesus estava mentindo? Se não estivermos experimentando esse especialíssimo “quanto mais”, é porque não estamos vivendo da forma que Deus determinou que fizéssemos, deixando-nos levar por conjecturas confusas de nossas mentes profusas. Quanto tempo levamos apenas molestando Deus com perguntas intermináveis, quando deveríamos era estar completamente livres para nos concentrarmos em Sua obra exclusiva? Consagrar-me significa estar continuamente separado e santificando-me para determinada coisa escolhida por Ele. Não nos consagramos de uma vez por todas. Será que estou em consagração contínua a buscar a Deus da mesma forma renovada todos os novos dias de minha vida?

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s