17 De Novembro
Jurei, por mim mesmo, diz o Senhor, porquanto fizeste isso… que deveras te abençoarei“, Gen.22.16,17

Aqui, neste ponto específico, Abraão atingiu o ponto crucial pelo qual manteve o seu contacto directo com a própria natureza de Deus; ele, agora, compreende a realidade de Deus por inteiro.

“Meu alvo é Deus somente… A qualquer preço, amado Senhor, por qualquer caminho”.

“A qualquer preço… em qualquer caminho” significa simplesmente que não somos nós que escolhemos os meios através dos quais Deus nos leva a atingir esse alvo e objectivo.

Quando Deus nos fala, se ele fala à sua própria natureza em nós, não pode haver a menor hipótese de a contestar; a única reacção possível será uma simples obediência natural, incondicional e imediata. Quando Jesus diz: “Vinde”, eu simplesmente vou; quando ele diz: “Renuncia”, eu prontamente renuncio; quando ele diz: “Confia em Deus nesta questão”, eu confio sem questões. Todo esse processo é a simples evidência de que a natureza de Deus, de facto, permanece em mim.

O que determina que essa revelação de Deus seja feita em mim, será o meu carácter, não o carácter de Deus.

“Como sou desprezível, por essa razão, os Teus caminhos me parecem desprezíveis”.

Através da disciplina e da obediência, posso chegar logo àquela mesma posição na qual Abraão se achou e vejo quem Deus é na realidade. Enquanto não me colocar face a face perante ele em Jesus Cristo, Deus não será real para mim de forma alguma; só ali poderei reconhecer que “em todo o mundo, meu Deus, não há ninguém senão tu, ninguém senão tu”.

Enquanto não apreendermos, pela obediência, como a natureza de Deus é, as promessas dele não terão qualquer significado para nós. Às vezes lemos certas coisas na Bíblia trezentas e sessenta e cinco vezes sem que elas possam significar algo para nós, até que, de repente, nós obedecemos a Deus num ponto particular e, logo ali, compreendemos o que ele quer dizer com obediência; logo ali, também, a sua natureza se manifesta em nós e nós tomamos pleno conhecimento dela. “Porque quantas são as promessas de Deus tantas têm nele o sim; porquanto também por ele é o amem por nosso intermédio”, 2 Cor.1:20. Sempre que ratificamos e concordamos neste “Amem”, isto é, “Assim seja”, essa promessa torna-se logo nossa.

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s