23 De Outubro
E assim, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas antigas já passaram; eis que se fez tudo novo“, 2 Cor.5.17

O Senhor nunca alimenta nossos preconceitos por nós. Ele antes os mortifica e os esmaga sempre que os acha. Nós achamos que Deus tem um interesse especial por todos os nossos preconceitos peculiares; temos plena certeza de que ele nunca nos irá tratar como trata as outras pessoas. “Deus tem que tratar os outros com muita severidade, mas, certamente, sabe que meus preconceitos estão embebidos de razão”. Precisamos tomar pleno conhecimento de que nada de toda a nossa vida antiga restará ainda em nós futuramente. Em vez de tomar partido por nossos preconceitos, Deus está deliberadamente participando no ataque à sua destruição e é-lhes oposição directa. Faz parte da nossa educação moral e espiritual permitir que a Sua providência esmague todos os nossos preconceitos e ver como ele opera isso em nós. Deus não respeita nada do que lhe apresentemos como nosso. Só há uma coisa que Deus quer de nós: a nossa entrega incondicional e absoluta a Ele e já.
Quando nascemos de novo, o Espírito Santo começa por fazer de nós uma nova criatura e o tempo virá quando não mais restará em nós nada da nossa antiga vida e da sua forma de ser; a antiga autoconfiança desaparece; desaparece a antiga atitude diante das coisas e só a partir de então “tudo provém de Deus”, 2 Cor.5.18. Como iremos alcançar uma vida isenta de lascívia, egoísmo e susceptibilidade a críticas e achar aquele amor que “não se exaspera, não se ressente do mal e é sempre benigno”, 1 Cor.13:4,5? O único método que funcionará será não deixar que nada da velha vida permaneça intacta em nós e permaneça apenas a simples confiança em Deus, uma confiança tal que não desejemos mais as bênçãos de Deus sem Ele próprio. Será que já chegamos naquele ponto no qual Deus pode retirar as suas bênçãos de todos nós sem que isso tenha como abalar ainda a nossa confiança nele? Mas, sempre que vemos Deus em acção directa, nunca mais nos preocuparemos com o que nos poderá advir ainda, pois estamos enraizados e alicerçados confiando em nosso Pai que está nos céus, Aquele que o mundo não pode ver.
“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s