6 De Setembro
Rios de água viva“, João 7.38

Um rio beneficia e traz bênção sobre lugares os quais a sua nascente nada sabe; e Jesus diz que, se recebermos de sua plenitude, por menor que seja o alcance visível de nossas vidas, do nosso interior fluirão desses rios que levarão bênçãos às regiões da terra mais distantes e inimagináveis. Não temos nada a ver com tal sucedido: “A obra de Deus é esta, que creiais…” Deus raramente permite que alguém se torne consciente da medida de bênção que ele representa e pode representar para outros.

Um rio forte é vitoriosamente persistente; ele transpõe qualquer barreira. Por algum tempo, segue firme o seu curso; então encontra um obstáculo e fica retido ali por algum tempo, mas, não tarda a abrir uma passagem e contornar o obstáculo dum jeito ou de outro. Ou, às vezes, um rio pode desaparecer durante quilómetros e quilómetros e de repente reemergir do nada, mais largo e mais portentoso que nunca. Uma vez ou outra vemos Deus usando outras pessoas, enquanto em nossa vida há um obstáculo e parece que não estamos servindo para nada ali. Voltemos, então, toda a nossa atenção para a fonte e Deus nos fará contornar esse obstáculo, ou retirá-lo-á de diante de nós. O rio do Espírito de Deus supera todos os obstáculos. Não fiquemos a olhar para o obstáculo ou para a dificuldade adiante. O obstáculo não constitui um problema para o rio que continuará fluindo firme através de nós, se nos lembrarmos de permanecer junto à nossa fonte. Não permitamos que nada se interponha entre nós e Jesus Cristo – nenhuma emoção, nem experiência; nada nos deverá poder afastar da única e soberana fonte que Ele é.

Pensemos nos extensos rios de águas restauradoras que se estão formando dentro de nossa alma! Deus nos tem revelado verdades maravilhosas sobre elas e cada ponto que revela é um indício do vasto poder do rio que ele fará fluir através de qualquer um de nós. Se você crê em Jesus, descobrirá que Deus tem formado em si poderosas correntes torrenciais de bênçãos para todos os outros.

REAVIVAMENTOS

(www.reavivamentos.com)

“…Olhos para o cego e pés para o coxo… pai para o orfão e a causa que desconhecia, investiguei…” Jó 29:15,16

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s