Archive for February, 2015

You contribute nothing to your salvation, but the sin that made it necessary. – Jonathan Edwards

Advertisements

“Nenhum de nós vive para si mesmo…”, Rom.14.7

Já alguma vez lhe passou pela cabeça que você é espiritualmente responsável por outras pessoas diante de Deus? Por exemplo, se me permito desviar-me um pouco de Deus em minha vida privada, todos os que me cercam sofrerão com isso. Sentamo-nos juntos nestes lugares celestiais, Ef.2:6. “De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele”, 1 Cor.12:26.Sempre que se permita a egoísmos físicos, relaxamento mental, insensibilidade moral e espiritual, todos os que se relacionam consigo sofrerão com esse estado de coisas. E alguém dirá: “Mas, se o padrão de vida for esse, quem será suficientemente bom para estas coisas?” “A suficiência vem de Deus”, 2 Cor.3:5 e somente dele.

“Sereis minhas testemunhas”. Quantos de nós estamos dispostos a gastar cada gota de toda a nossa energia cerebral, da energia moral, mental e espiritual por Jesus Cristo? Esse é o significado que Deus dá à palavra testemunha. Isso leva tempo; seja paciente consigo mesmo.

Deus colocou-nos cá na terra – mas para quê? Para sermos salvos e santificados? Não. Para vivermos aqui com ele. Estou disposto a ser “pão partido” e “vinho derramado” em Seu nome? Ser inutilizado para este mundo, para esta vida terrena? Ser inútil sob todos os pontos de vista, menos num – na tarefa de fazer discípulos para o Senhor Jesus Cristo? A vida que levo como obreiro é a maneira como digo “obrigado” a Deus pela sua indescritível salvação? Lembre-se, é perfeitamente possível a qualquer um de nós ser jogado fora como prata para refugo – “para que, tendo pregado a outros, não venha eu mesmo a ser desqualificado”.

Por José Mateus

in Meditações de Oswald Chambers, via http://www.reavivamentos.com

“O eterno Deus… nem se cansa nem se fatiga”, Is.40.28

A exaustão interior significa que nossas forças vitais esgotaram-se. A exaustão espiritual nunca é decorrente do pecado, mas, do serviço; estar ou não exausto depende de onde nos “reabastecemos” espiritualmente. Jesus disse a Pedro, “Apascenta as minhas ovelhas”, João 21:17, mas, não lhe deu nada para alimentá-las. O processo pelo qual somos transformados em “pão partido” e “vinho servido” implica sermos alimento completo para os outros até que eles aprendam a alimentar-se por eles, mas, de Deus; até lá, significa sermos sugados por eles até à última gota. Trate de “reabastecer-se” espiritualmente, então, senão não tardará muito a entrar numa fase aguda de exaustão total. Antes que outras pessoas aprendam a receber a vida de forma directa vinda do Senhor Jesus, elas têm que recebê-la através de nós; temos que ser literalmente “sugados” até que elas aprendam a retirar seu alimento de Deus. É nossa obrigação para com Deus estar no nosso melhor espiritualmente e sempre no auge tanto para suas ovelhas como para ele. 

Acaso a maneira através da qual você tem servido a Deus o arrastou de tal forma a levá-lo à exaustão? Se assim é, então reavive seu interesse e desejo de Deus. Qual foi a motivação no seu labor? Suas fontes baseiam-se no quanto entende ou na redenção de Jesus Cristo? Continuamente, faça por olhar para a origem de sua fonte e saiba sempre de onde lhe chega o poder para a Vida que tem em si. Você nunca terá aquele direito de dizer: “Ó Senhor, estou tão exausto!” Ele o salvou e santificou para esgotá-lo. Deixe-se esgotar por Deus, mas lembre-se que é ele quem o “reabastece”. “Todas as minhas fontes estão em Ti”, Sal.87:7.

 Oswald Chambers

“Porque yo ya estoy para ser derramado como una ofrenda de libación…”, 2 Timoteo 4:6,LBLA

¿Estás listo para ser derramado como una ofrenda? Es un acto de tu voluntad, no de tus emociones. Dile a Dios que estás para ser ofrecido como un sacrificio para Él. Luego, acepta las consecuencias sin importar cuales sean y sin ninguna queja, a pesar de lo que Dios pueda permitir en tu camino. Dios te hace pasar por una crisis en privado, donde ninguna persona te puede ayudar. Desde afuera, tu vida tal vez parezca la misma, pero la diferencia está en tu voluntad. Una vez que sufras esta crisis en la voluntad, no le prestarás atención al costo cuando la crisis comience a afectarte exteriormente. Si no tratas primero con Dios en el área de tu voluntad, el único resultado será que comiences a compadecerte de ti mismo.

Atad el sacrificio de la fiesta con cuerdas a los cuernos del altar“, Salmos 118:27. Debes estar dispuesto a ser colocado sobre el altar y a pasar por las llamas; dispuesto a experimentar lo que el altar representa: quemarte en fuego, purificación y separación, con el único fin de eliminar todo deseo y pasión que no estén arraigados en Dios o dirigidos hacia Él. Sin embargo, tú no los destruyes, Dios lo hace. Tú atas el sacrificio a los cuernos del altar y tienes cuidado de no sumirte en la autocompasión cuando las llamas comiencen a arder. Después de que hayas pasado por el fuego, no habrá nada capaz de afligirte o deprimirte. Y cuando sobrevenga otra crisis, te darás cuenta de que las circunstancias no pueden afectarte como antes. ¿Qué fuego estás experimentando en tu vida?

Dile a Dios que estás dispuesto a ser derramado como una ofrenda, y Él demostrará todo lo que alguna vez soñaste que Él sería.

“Quanto a mim, estou sendo já oferecido por libação”, 1 Tm 4:6

“Eu estou prontificado para ser oferecido agora”. Este é um acto de vontade e não sentimental. Diga a Deus que você está pronto para ser oferecido por libação; e depois, sejam quais forem as consequências que advenham disso, não faça a mínima questão de queixar-se, não importa qual seja a decisão que Deus toma. Deus faz-nos passar por crises a sós; ninguém neste caminho com Ele pode ajudar seu próximo. Exteriormente a vida pode até ainda ser a mesma; a diferença estará na vontade a qual subsiste e permanece.

Vença essa crise a nível da vontade e, depois, na forma que ela reaparecer exteriormente, você nem pensará no preço que pagou. Se você não for operante segundo a vontade de Deus nessa área, acabará despertando em si auto-lamúria e lastimações injuriosas.

“Atai a vítima da festa com cordas e levai-a até aos ângulos do altar”, Sal.118:27. O altar significa fogo – algo que queima, purifica e separa – com um único propósito: a destruição de todo tipo de afeição e desejo que não tenham sido gerados através de Deus e de todo apego que não tenha sido aprovado por ele. Não é você que os destrói mas sim Deus. Amarre o seu holocausto às pontas do altar, mas, cuidado para não entregar-se à auto-lastimação quando o fogo começar. Depois dessa passagem pelo fogo, nada haverá mais que o oprima ou deprima. Quando surgir uma crise, você notará que as coisas não o afectam mais como antes faziam. Que se dará com a sua passagem pelo fogo?

Diga a Deus que está pronto para ser oferecido então e o próprio Deus lhe mostrará que ele é tudo o que sempre pensou ele fosse.

This’s an interesting letter sent to Dr. Craig not only because it came from an atheist who hates to be an atheist, and at the same time finds difficult to be a Christian, but it can be a letter whose content is also a typical struggle for some church goers too. Check it out:  “You’ve Ruined My Life, Professor Craig!!” | Reasonable Faith.